Ser uma mulher solteira

Estigma social contemporâneo, o single shaming pode ser explicado como uma série de casos onde a mulher, normalmente a partir de 27 anos, é julgada por ser solteira. Esse tipo de crítica é sempre vinculada a um olhar muito negativo em relação ao fato de viver sozinha. Como Ser Feliz Solteira. Você já deve ter ouvido aquele velho clichê de que uma mulher não pode ser feliz solteira. Isso até pode ter sido verdade em algum momento, mas não é mais: só nos Estados Unidos, mais da metade da população é... Antes ser solteira que viver uma vida de mentiras, de encanações, de desconfianças. Só assumo um novo relacionamento, no dia em que conhecer alguém que me faça perder o fôlego, que me faça sorrir sem motivos, que me faça suspirar somente por estar ao seu lado. Ser solteira tem uma magia própria que deve ser aproveitada, pois uma vez passado, não deve nunca mais retornar. Não há nada tão triste quanto uma mulher já casada que se arrepende por não ter feito o suficiente com sua vida enquanto era solteira. Ser solteira, aliás, permite que você conheça homens diferentes e tenha uma percepção mais apurada, tanto afetiva quanto sexualmente. Afinal, conhecendo pessoas diferentes, é possível ter mais bagagem para saber qual tipo de beijo, práticas sexuais e até características de personalidade são mais compatíveis com você. As representações de uma mulher solteira podem ser ainda mais problemáticas, já que costumam ser idealizadas (uma super mulher que pode tudo) ou demonizadas (uma mulher triste e solitária que não tem nada). Nenhuma dessas representações é realista, portanto faça de tudo para identificá-las como falsos rótulos do que é ser solteira. Mulher Solteira - Leia a história de uma mulher que muito desejava estar casada, vivia se comparando com as mulheres casadas, e finalmente aprendeu a ser contente com sua situação.

Sinto que essa era pra ser a melhor fase de minha vida e na verdade tudo está sendo um inferno

2020.09.14 01:24 tali720 Sinto que essa era pra ser a melhor fase de minha vida e na verdade tudo está sendo um inferno

Eu engravidei na faculdade, de um ficante que não quis nada com a filha. Ok, segui minha vida, tive responsabilidade e tive minha filha. Apesar das dificuldades de criar uma filha só, tudo estava ocorrendo bem. Eu tinha um emprego que pagava o suficiente pra eu manter um pequeno apartamento com ela, e dei a sorte que minha filha é muito mais maravilhosa do que qualquer ideia que eu poderia ter tido dela: é alegre, divertida, inteligente, fofa e nos damos muito bem. Ela tá pra fazer 4 anos.
Acontece que a 2 anos atrás perdi o emprego. Me mantive no apartamento um tempo ainda com as minhas reservas financeiras, mas uma hora iriam acabar. Então, tive que me mudar pra o apartamento de minha mãe.
Acontece que minha mãe é extremamente agressiva, mimada, egoísta e me trata feito um lixo. Ela é médica, por isso acha que é superior a todos, e tem aquela visão de que a casa deve estar tudo 100% no lugar (e casa organizada e criança feliz não combinam). Quando eu vim, fiquei aqui não morando de graça, mas ajudando nas contas da casa e a arrumando.
Esse ano eu consegui um emprego, mas paga metade do que eu ganhava no meu anterior, e não tenho como me mudar pra outro lugar com minha filha.
Além disso, minha mãe parece estar ficando pior. Começou a falar sozinha, me ofender gratuitamente de inútil e outras coisas além de quase todo dia ter briga aos gritos com minha irmã (uma mulher de 30 anos que mora aqui sustentada e nunca trabalhou).
Então, eu trabalho, estudo (faço pós e estudo pra concurso), arrumo a casa e cuido de minha filha. Mas tenho que ouvir ela me chamando de inútil e me ofendendo, e não posso responder porque não quero que minha filha me veja como alguém agressiva. Não quero que ela ache que sou parecida com minha mãe pois não sou...
Logo, tenho estado extremamente infeliz. Meu dia é bom até a hora que minha mãe chega em casa do trabalho. Ela já chega batendo a porta e reclamando de qualquer coisa. Quando ela chega, eu fico nervosa, começo a tremer e as vezes tenho dores de cabeça muito fortes que provavelmente é de nervoso mesmo.
Mas não era pra eu tar assim... Tenho uma filha maravilhosa comigo, e era a fase onde eu devia estar curtindo feliz com ela. E não chorando todo dia de noite antes de dormir disfarçada pra ela não ver.
Antes do corona todo fim de semana eu saia com minha filha pra qualquer lugar, só pra ficar longe daqui, mas agora eu tô presa aqui e não tenho pra onde ir. Rezo todo dia pra que eu consiga um emprego bom pra sair daqui mas acho que vai demorar... E infelizmente não tem como eu ir morar com outra pessoa no momento.
Eu tenho um namorado, mas é tudo muito novo então não tenho perspectiva de morar com ele no momento, além de que ele tbm ganha pouco.
Ah, além do mais minha mãe esse ano colocou ela em um colégio CARÍSSIMO aqui perto que ela fez questão de botar e eu acabei concordando pois ela disse q iria pagar. Bom, ela usa isso pra me ameaçar a fazer algumas coisas pra ela. No caso, pra fazer tudo pra ela pois ela é preguiçosa e não gosta de mover um músculo na casa. (ir no carro dela pegar alguma coisa q ela comprou, arrumar o quarto dela, ir pegar algum exame dela em outro bairro, levar o carro dela pra balancear ou qualquer coisa). Minha filha tem gostado da escola (apesar de ter parado por causa do corona) então não quero brigar com minha mãe e tirar ela da escola...
Que inferno que tô vivendo. E pensar que em momento nenhum o problema está sendo o fato de eu ser mãe solteira, nem o desemprego que passei, nem nada do tipo. Mas só a presença de uma pessoa que está me fazendo imensamente mal.
submitted by tali720 to desabafos [link] [comments]


2020.09.05 23:06 LeprechaunBR O desabafo de um autista.

Olá, turma e, talvez, Luba & Cia. Ltda. Bună ziuă, ce faci? Bom antes de começar de fato, existe uma coisa sobre mim que deve ser considerada. Tenho meus 26 anos e sou autista, tenho dificuldade em expor minhas ideias então, talvez esse texto fique sem sentido ou longo de mais, mas vou me esforçar pra me comunicar bem. (caso queiram cortar e editar, eu aceito a ajuda!) Sou filho de uma mãe solteira, que sempre lutou muito para vencer na vida. Meu "pai" teve problemas com drogas e minha mãe fugiu dele logo que eu nasci. Essa fuga nos fez sempre viver em dificuldade financeira, por sermos sempre nós dois. Ela se abrigou por alguns meses na casa do irmão mais velho dela, junto comigo ainda bebê. Meu tio é um homem muito rico, possui terras e posses, ajudou minha mãe a conseguir um trabalho. Esse período fez minha mãe idolatrar muito o meu tio. Minha infância foi regida em ficar fora do caminho da minha mãe que conseguiu trabalhar como enfermeira em dois turnos num hospital, e tentar me concentrar na escola. Era difícil, os sons e os movimentos das crianças me incomodavam muito e meu desempenho (copiando e fazendo tarefas no caderno) era terrível, embora eu fosse reconhecido como um aluno muito inteligente. Meu tio e sua família, bem como o restante da minha família sempre fez questão de mostrar que eu não era homem o bastante e nem merecia o respeito deles. Com piadas, pegadinha e comentários maldosos que eu só fui compreender quando comecei a fazer terapia. Aos 19 anos, morando sozinho eu tive a oportunidade de fazer psicoterapia, onde com uma equipe muito carinhosa e dedicada à mim, eu fui diagnosticado com a síndrome de Asperger, um dos espectros autistas. Esse diagnóstico foi chocante, mas fez com que muitas peças se encaixassem e eu entendesse o porque de eu ser tão estranho. Bom, minha família é extremamente machista, racista e capacitista. Quando comentei do diagnóstico minha mãe disse que não acreditava que eu tinha ido num médico de doido e colocou esse diagnóstico como culpa pra tudo que dava errado comigo, empregos, namoros, etc. Eu tinha que conter minhas crises em casa, não podia demonstrar o que estava sentindo. Certa feita ela descartou meus remédios porque "eu ficava estranho" quando os tomava. O ápice desse desabafo acontece agora. Eu iria fazer uma prova importante na casa desse tio, que não gostava de mim. Naquele dia eu, que sempre busquei a aprovação dele, comentei que estava buscando um intercâmbio gratuito na Espanha. Nesse momento ele me sentou numa cadeira e por mais de uma hora me ofendeu, me comparando ao meu "pai" me chamando de coisas muito pesadas, afirmando que eu só queria que minha mãe morresse pra eu pegar o dinheiro dela. (talvez porque eu pedi ajuda para pagar um mês de aluguel quando me mudei porque não iria receber naquele mês) e o pior foi que minha mãe agradeceu a ele por ter falado. Eu tive uma crise sensorial muito intensa, eu não sei como descrever essas crises, mas é como se sua pele não coubesse no seu corpo, tudo parece coçar muito e por mais que você puxe o ar ele não vem. Me mandaram parar de frescura. Tive que fazer a prova com esse espírito. (infelizmente reprovei) Minha terapeuta me ajudou a entender que eu não preciso ficar próximo deles, que eu devo buscar pessoas que me fazem bem. Hoje a pesar de ainda ser a vergonha da família, eu vivo até bem. Sou formado em fisioterapia e me especializei em neuropediatria e agora busco uma especialização em terapia intensiva, namoro uma mulher incrível e consigo conviver com o autismo. O recado que deixo, caso esse desabafo seja lido, é que você é mais! Você é mais que uma família complicada, você é mais que um diagnóstico, existe um mundo inteiro dentro de você!
submitted by LeprechaunBR to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.28 14:17 121105 Eu me sinto depressiva em morar aqui.

Somos novatos no prédio, cerca de 17 dias e já tivemos porta forçada, comida "presenteada" (e alguém tem que ter deixado o entregador subir), um dos moradores acusando meu filho de tocar a campainha de uma gestante e subir correndo as escadas, coisa que ele é neurologicamente, logo fisicamente, incapaz de fazer pois é portador de dispraxia (conhecida também como síndrome do desastrado). Ele precisa segurar nos dois corrimões pra subir as escadas e precisa ser devagar, não consegue andar de bicicleta, tem problemas de caligrafia entre outras coisas. O ator Daniel Radcliffe, de Harry Potter, também é portador desta síndrome. Como já escrevi aqui sobre um acidente no hospital em que estou fazendo profilaxia pós exposição ao HIV e seus efeitos colaterais que são muito fortes, eu me sinto muito depressiva. Sinto muita dor de cabeça e dor de ouvido com a medicação e o proprietário do imóvel que veio aqui fazer a queixa foi fazer jardinagem no térreo do prédio ouvindo música e cantando muito alto, o que estava me incomodando demais. Também fiquei sabendo que outra inquilina novata que tb é uma mulher solteira com filho teve sua porta forçada às 02h da manhã. Eu já saí da casa dos meus pais para ter paz e não estou encontrando nenhuma aqui.
submitted by 121105 to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 19:24 isaiasii UMA MÃE SOLTEIRA NICE PANDÊMICA

Olá Luba, editores, gatas, possível convidado e turma que está a Ler.
Bom, sou operador de caixa de um mercado da minha cidade e como medida de combate ao Coronga, existe um limite de somente 5 pessoas dentro do mercado (é um mercado pequeno), e também só entra se estiver utilizando máscara, mas ontem uma mulher estava na fila sem mascara e foi advertida pela funcionária que fica com o álcool gel e cuidando da fila, mas essa mulher simplesmente gritou com a funcionária que não iria por a máscara pois a pandemia era tudo uma mentira, UM PLANO COMUNISTA. A funcionária sem saber o que fazer chamou o dono do mercado que veio até a fila e conseguiu fazer a mulher colocar uma máscara oferecida pelo próprio mercado, caso a pessoa esqueça.
A mulher entrou, pegou seus produtos e foi pagar no meu caixa, já reclamando de tudo:
- ain não sei pra que máscara, não serve pra nada
-ain tá tudo caro
-roubando a gente nesses preços
Mas o pior é que na hora de pagar, as compras deram cento e poucos reais e ela disse que só tinha 50 e era pra deixar assim pq era mãe solteira com uma criança que queria aquelas coisas, detalhe, não havia nada para criança a não ser que ela fosse comer shampoo.
-vc tem que me dar um desconto é meu direito
Mais da metade do preço total ela queria de desconto, disse que iria chamar o dono pra ver o que fazia, chamei, e como OBVIAMENTE não era possível dar mais de 50% de desconto ela jogou tudo que tinha nas duas sacolas em cima do meu caixa e saiu xingando eu e o mercado.
Bem turma essa é minha história de como eu me segurei ao máximo para não matar uma Nice Karen Mãe Solteira.
submitted by isaiasii to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.19 23:58 Oi1235 Nojo

Vi um post aqui e tô muito enojada. Espero que o OP seja troll. Infelizmente muitos homens pensam igual ele, que o relacionamento tem que ser aberto só pra eles e que tem o direito de trair e as mulheres tem que ficar caladas. Também mulheres que perdoam e que passam a mão na cabeça desses homens, só incentivam esse tipo de comportamento. Falo isso porque fui criada em uma cidade extremamente machista, em que os homens traem, as mulheres perdoam e elas ainda ficam julgando quem tá solteira. Por causa disso que se eu me relacionar de novo será por puro status e vantagens (principalmente pra ter sexo), até porque infelizmente eu sou hétero. Não confio em homem, acho que todos traem. E alguns nem disfarçam. Principalmente aqui no Brasil com esse jeitinho brasileiro de passar por cima do outro. Como isso não vai mudar tão cedo, se eu descobrir chifre, vou trair de volta, porque pelo menos chifre trocado não dói.
submitted by Oi1235 to desabafos [link] [comments]


2020.08.17 00:14 maty3333 Sou babaca por bater nos meus primos em frente de toda minha família?

Oi lubisco, gatas, editores, Luna e luno Por favor Luba mandam beijos para portugal Bem essa vai ser uma história bem curta só para avisar
Foi assim que aconteceu eu estava num churrasco com a família do meu padrasto até que chegou um primo meu tudo estava indo bem até que eu notei que sempre que ele falavam pra minha avó eles falavam coisas como "vai buscar me aquilo sua puta" Ou "vai dar-me aquela merda vadia" ele ficou falando isso a noite toda e eu não sei porquê porque aquela mulher é um amor e ela sofreu imenso na vida por causa do seu marido e ela não merecia aquilo por isso chegou a um ponto em que a gente estava conversando eu ouvi ele chamar ela de puta e eu simplesmente esplodi eu cheguei a beira dele e dei lhe um soco com toda a força que tinha e falei "você não tem vergonha na cara seu filho da puta de merda" ele começou a sangrar e minha mãe falou "rapariga tu és demente porque é que fizeste isso" eu tentei esplicar pra ela mas ela recusou se a acreditar e a minha vó também mas ela também não acreditou porque sinceramente minha mãe nunca gostou muito dela e minha mãe me pôs de castigo durante 1 mês hoje em dia os pais do meu primo recusam se a ver me
E bem eu também tenho de contar uma história de minha mãe quando ela estava solteira mas isso fica para outro post byeee
submitted by maty3333 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.13 13:18 Shadowgirl7 Mulheres do r/Portugal, já se sentiram vítimas de sexismo/machismo? Se sim, em que situações?

Algumas situações:
Provavelmente mais situações, mas muitas das vezes nem sequer as registo porque acho que é "normal" e mais vale ignorar e continuar com a minha vida. No entanto, tenho andado a ler relatos no twoXChromossomes e agora olhando em retrospectiva, sinto-me mal por ter encarado isso como normal e não ter uma postura mais assertiva. Se todas encararem como normal isso vai mandar a mensagem ao outro lado que sim é normal o que eles estão a fazer e podem continuar a fazer.
Portanto, partilhem relatos e experiências :)
EDIT:
Alguns exemplos de situações que quem está a comentar ao post acha "normais":
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8e8np/shamed_by_my_doctor_for_having_sex/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8w8jx/humiliated_by_a_doctor_in_front_of_30_people_fo
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8dh5n/was_i_f27_raped/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8e3qp/he_doesnt_take_no_for_an_answe
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i84fw9/teach_boys_how_to_control_themselves_instead_of/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i81kok/coming_to_terms_with_something_that_happened_ove
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i7qcbp/my_boss_called_me_ugly/
submitted by Shadowgirl7 to portugal [link] [comments]


2020.08.05 07:35 PotentialShare1 Eu tenho inveja de mulheres no dating scene do século XXI

Como um homem, sempre invejei como é muito fácil ser mulher na hora dos Tinders da vida, pqp. É só ter filtro e atitude pra mandar os idiotas irem caçar o próprio rumo que de resto é que nem fazer compra de vitrine. Amigas minhas mesmo só ficam solteiras quando querem - quando baixa o santo arrumam um namorado/ficante bacana em um estalar de dedos.
Enquanto isso se você for homem e não tiver uma beleza extremamente acima da média, boa sorte pra encontrar alguém disposto a sequer dar atenção pro que você tem a falar. Você não tem nem a oportunidade de "vender o seu peixe".
E antes que venham falar, não acredito nem sigo nenhuma baboseira de incel e já namorei anteriormente, por pura intervenção divina. Sou apenas um cara de 24 com uma vida social bacana, auto-estima legal, expectativas realistas... mas com uma aparência mediana que está frustrado com anos de se sentir invisível.
submitted by PotentialShare1 to brasil [link] [comments]


2020.07.31 01:29 wolfiidiamond Minha prima não levou a minha tia com câncer em um hospital de qualidade porque segundo ela a educação de seus filhos era mais importante que o tratament... (Longa pra caramba)

Se tiver algum erro gramatical me avise que eu arrumo!
Olá Luba, editores, turma, gatas e qualquer ser vivo que esteja lendo! (Caso eu apareça em alguma turma-feira)
Vim aqui contar a história, que honestamente, não participei ativamente mas estava sempre opinando na minha mente (se eu falasse eles iriam me xingar demais, já que acham que minha opinião não importa por eu ser jovem)
Minha tia faleceu no dia 29 desse mês de julho (ontem). Vamos chamá -la de Maria. Os filhos dela (Carls e Raynara) e o marido da minha prima (Tobogã) são os principais "personagens" da história.
Minha tia Maria, depois que se casou entrou numa depressão imensa, eu desconfio que ela nunca tenha saído dela, depois e se casar com meu tio, ela engordou muito e chegou a um peso que não era saudável. Há 3 anos atrás, minha outra tia (vamos chamá-la de Letícia ) foi até a casa da minha vó (que é bem longe de onde a gente mora) para visitá-la e trazer minha tia para a nossa região pra tentar fazer um tratamento para a Maria. Maria passou uns 6-12 meses na casa a minha tia sem NENHUM apoio financeiro (olha que ela é mãe solteira e o ex-marido dela nunca pagou pensão kk). Depois, minha tia Maria teve que voltar para a casa da minha vó e ganhou todo o peso que tinha perdido. Raynara falou que Letícia tava maltratando minha tia Maria... Passou uns anos e chegou em 2020. Ouvi pela conversa da minha mãe com minha tia Letícia que minha tia Maria tava MUITO ruim. Resumindo, ela tava com câncer ainda leve, com um dos pulmões cheio de água e o outro ainda a metade, além de outras coisas íntimas... Um tempo depois eu fui dormir na casa da minha tia Letícia por uns 3 dias e ouvi (denovo) minha tia Maria tava conversando com a Letícia e basicamente o que rolou foi: Maria falou que tinha sentido um problema na parte íntima e outras coisas, também disse que tinha medo de falar para a própria filha Raynara sobre isso pois ela achava que Raynara ia ficar brava ( e ficava mesmo, também humilhava minha tia). Outra coisa que Maria contou pra Letícia, era que Raynara deixou ela SOZINHA, sendo que minha tia tava respirando por respirador, e minha tia tava com pûs estourando sem ninguém por perto. Letícia ligou pra o filho de Rosa, a mulher de Carls, que avisou pra mãe que minha tia Maria tava passando mal. A minha prima Raynara tinha uma relação meio... Méh.... com o marido, os dois não tinham amor no casamento e eles só estavam juntos porque Raynara achava que não conseguia se manter financeiramente e nem manter os filhos felizes sozinha. Tobogã (o marido de Raynara) ficava o dia inteiro assistindo TV no sofá e quando Letícia ligou pra ele, pedindo que os dois levassem minha tia Maria pra um hospital de capital (a família morava numa cidade extremamente pequena, sem nenhum hospital de qualidade) pra tratar do câncer e drenar a água dos pulmões. Sabe o que ele respondeu? "Se fosse minha mãe tinha o mínimo de chance eu dar pelo menos uma pequena quantia de dinheiro". Raynara uma vez comentou no telefone que já tava se preparando pra comprar o caixão... Bom, minha tia, como disse no início do post, recentemente morreu e eu sinceramente não cai numa tristeza profunda porque a gente não tinha muita intimidade e também ela foi uma das pessoas que mais prejudicaram minha mãe quando a gente teve que sair de casa pra se proteger do meu pai que era abusivo. Eu fiquei com muita raiva pela hipocrisia dos filhos e me senti decepcionada por ter nascido numa família cheia de gente gananciosa.
Bom, obrigado por ler a minha história, espero poder contar algo engraçado na próxima.
submitted by wolfiidiamond to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.27 15:14 Mgc1125 Não sei o que está havendo comigo

Esse é um desabafo direto, sem muito contexto, apenas preciso pôr umas coisas pra fora:
O meu grande problema é que eu me odeio. Não, eu não odeio a minha vida, minha família ou nada disso, eu odeio a mim mesmo. O quê eu odeio sobre mim? Tudo! Minha personalidade, minha aparência, tudo! Eu não reclamo da minha vida pois ela é ótima, tenho família, casa e a oportunidade de estudar, mas sinto não ser digno de tantas coisas boas. A verdade é que eu me sinto um lixo, tenho a impressão que não sou nem nunca serei bom em nada e nem que tenha algo de bom de oferecer pro mundo, até de namorar eu desisti.Antes eu tinha uma vida amorosa bem normal, saía, ficava e já namorei sério 2 vezes - acho esse um número bom pra alguém de 19 anos-, mas no último ano eu simplesmente desisti pois sinto que nenhuma mulher iria querer algo comigo. A quarentena parece que potencializou isso tudo, eu simplesmente desisti de me cuidar, não suporto nem me olhar no espelho, tenho crises de choro do nada e meu único momento de paz interior é de noite, onde eu deito cedo, apago as luzes, e fico olhando pro teto fingindo que não existo, às vezes gosto de imaginar que estou morto ou que simplesmente não sou real.
O pior é que tenho que fingir que está tudo bem pra minha família. Minha mãe é mãe solteira, teve uma infância pobre e lutou muito pra chegarmos à classe média, então não foi nenhuma surpresa quando na única vez que relatei esses sentimentos ela disse que era frescura e coisa de quem não tem problema na vida. O pior é que eu entendo ela e realmente me sinto um mau filho por estar assim, mas o fato é que já saiu do meu controle. Pensamentos suicidas não são tão recorrentes, mas já os tive.
Obrigado pela atenção e perdoem qualquer erro de escrita, escrevi isso na velocidade da luz pra não correr o risco de pensar demais e acabar não desabafando.
submitted by Mgc1125 to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 16:34 fobygrassman TINDER PARA CASADOS

TINDER PARA CASADOS O aplicativo para encontrar brasileiros discretos em menos de 2 horas, garantido!
Descubra o Aplicativo de Traição Melhor do que Tinder Escrito por uma dona de casa traidora real. traição rede "Ashley" é uma residente de Recife e tem sido uma usuária ativa da Ashley Madison desde 2016.
Tinder mudou totalmente o jogo de namoro. As mulheres estão mais abertas a conhecer homens on-line e mais abertas a relacionamentos casuais e sexo de uma noite por causa disso.
Mas e se você for casado ou comprometido?
Você ainda pode usar o Tinder?
A RESPOSTA É NÃO.
Não use o aplicativo Tinder se você é casado, com certeza será pego.
Então, se você está se chutando, desejando que Tinder já estivesse por perto antes de se casar, leia isso! Porque existe um aplicativo anônimo tipo tinder para casados.
Para se inscrever no Tinder, é necessário ter um perfil no Facebook. Isso significa que o Tinder usa seu perfil pessoal do Facebook para criar a base do seu perfil do Tinder!
TINDER USA SEU NOME E IDADE DO FACEBOOK!
Além disso, o Tinder é tão amplamente utilizado, mesmo que você decida se inscrever com sua conta do Facebook, seria apenas uma questão de tempo até que uma das amigas solteiras de sua esposa o veja no Tinder e conte a ela.
Você não pode enviar fotos discretas para o Tinder e esperar obter resultado, porque existem milhões de homens com fotos de rosto inteiro com as quais está competindo.
Então, isso significa que, se você é casado ou comprometido, está fadado a perder toda a diversão e emoção de passar o dedo no Tinder?
Felizmente, existe um "tinder para casados" e é assim como funciona o tinder para casados!
ASHLEY MADISON É UM APLICATIVO PARA CASADOS TRAIREM QUE FUNCIONA EXATAMENTE COMO O TINDER.
Ashley Madison foi criada exclusivamente para traidores, então a maioria dos usuários são casados ou comprometidos e há uma "destruição mutuamente garantida". Ou seja, se alguém o vê na Ashley Madison (tinder para traição), ele não o denuncia, pois precisaria explicar por que estava no site.
Ashley Madison funciona perfeitamente no seu telefone da mesma maneira que o Tinder E você pode ver usuários próximos a você ajustando o raio da pesquisa.
O Tinder para casados possui recursos adicionais que o Tinder não tem, feito especificamente para mantê-lo 100% seguro e discreto.
Ashley madison permite que você se inscreva sem verificação de e-mail, o que significa que você sempre pode reivindicar que outra pessoa usou seu e-mail e que você não tinha ideia.
O Tinder obriga você a usar seu perfil pessoal do Facebook com o nome e idade reais aparecendo no seu perfil.
Ashley Madison tem um assistente de fotos que permite colocar uma máscara sobre o rosto ou desfocar a imagem para que você não possa ser identificado. Além disso, os usuários de Ashley madison compreendem muito mais que talvez não vejam uma imagem clara do rosto imediatamente. Tente fazer isso no seu perfil do Tinder e veja quantas correspondências você recebe.
Ashley Madison também oferece uma galeria privada onde você pode armazenar suas fotos e conceder e revogar o acesso aos usuários a qualquer momento.
No Tinder, todas as suas fotos podem ser visualizadas.
Ashley Madison tem um site para dispositivos móveis muito rápido, para que você não precise baixar um aplicativo para o seu telefone. Isso é especialmente útil para pessoas cujos parceiros freqüentemente têm acesso ao telefone.
O Tinder só pode ser acessado como um aplicativo que você precisa baixar no seu telefone.
Ashley Madison é 100% grátis para mulheres, o que garante uma base de usuárias femininas ativa e envolvente.
Tinder cobra homens e mulheres.
Se você quer toda a diversão e emoção de Tinder, mas é casado ou tem um relacionamento, definitivamente deveria experimentar o Tinder para Casados: Ashley Madison.
FATOS RÁPIDOS SOBRE ASHLEY MADISON Fundada em 2002
Lançada no Brasil em 2011
50 milhões de membros em todo o mundo
2 milhões de membros brasileiros
15% dos visitantes são do Brasil
100% gratuito para mulheres
submitted by fobygrassman to TinderParaCasados [link] [comments]


2020.07.10 20:09 sweet_gih Não aguento minha amiga feminista

Eu e ela se conhecemos no trabalho,ela é bem gente boa e pá..Mas tem hora q da vontade de meter um soco na cara dela,por exemplo,quando a gente vai embora juntas do trabalho ela me fala "viu aquele homem olhando pra gente? Certeza q estava tendo pensamentos inapropriados! O mundo está perdido!". Mano,depende do q é olhar pra ela,pelo q eu vi o cara não olhou com maldade,ele tava observando o movimento só. Ela implica até com o meu melhor amigo,eu e ele tem costume de zuar e tals,ela viu uma mensagem dele q dizia " manda um nuds aí gata" mas ele estava zuando,ele sempre manda isso kkk..quando ela viu ela surtou,começou a dizer "que falta de respeito! Onde já se viu pedir nuds dessa forma?!..." Eu só ignorei pq eu sabia q se eu contrariasee iria ser pior. Ela fala até q quer morrer solteira pq homem não presta e ela não sente atração por mulher..então...o jeito é morrer sozinha. Sendo q não tem nada a ver isso,parece q ela confunde homem louco com homem normal,não é todos os homens do mundo q não prestam,existe homens que são educados,românticos,tratam a mulher bem e etc. Mas ela acha uma falta de respeito até quando o cara abre a porta do carro pra mulher,não tem necessidade de abrir,mas não é falta de respeito isso,muito pelo contrário. Mas ela é bem nervosa,se vc abrir a boca pra falar um A contrariando oq ela fala..ja vai dar uma merda grande. Eu sou uma mulher e esse feminismo dela não me representa,a ideia do femismo é outra pelo q eu saiba,mas qualquer coisa q o homem faz é desrespeito pra ela,se o cara trazer uma rosa pra mulher ela acha q ele é machista..Pq a mulher consegue muito bem pegar uma rosa pra ela kkkk..Mas enfim,eu precisei desabafar isso,só falta uma feminista me atacar agora kkkkk
submitted by sweet_gih to desabafos [link] [comments]


2020.06.23 13:26 sophie_sweet02 FUI BABACA POR ESPULSAR OS MEUS TIOS DE CASA?

Olá lubixtico, editores, possíveis convidados, papelões e claro Turma!
Bem isso já faz um tempo que aconteceu, enfim, meu tio por parte de mãe é viúvo, e agora ele está namorando uma mulher (muito tóxica por sinal) sério, ela pensa que manda na família já, ela nem sequer aceitar o fato do seu gêrro ser gay, enfim, ela fica colocando coisas na cabeça do meu tio troxa, ele até prefere essa aí do que a família, enfim, no começo dessa quarentena foi aniversário de um avô meu, por isso, fizemos um almoço em família, o meus "tios" foram, ainda bem que eu não sou a única da família que odeia aquela mulher... Bem, já deixei bem claro que eu n gostava daquela mulher, e o resto da minha família igual, mas eles tentavam ser discretos, mas eu não sou nada discreta, bem, aquele dia foi HORRÍVEL por causa daquela mulher. E oq mais me irritou é que o meu tio e essa mulher inventaram de dormir na minha casa, bem, vcs devem estar pensando, pq que vc tá tão irritada se vc odeia só aquela mulher? Enfim, depois do meu tio ficar com essa puta, ele ficou insuportável tbm, bem eu deixei ele dormirem do MEU quarto, aí eles reclamam que a MINHA cama é de solteira e que não era confortável, MANO EU quase explodi, para eu colocar tudo para fora, eu joguei umas verdades na cara deles é expulsei eles de casa. Talvez eu deveria ter sido mais calma, mas eu precisava dizer isso...Meus pais ficaram meio com raiva comigo, mas eu sei que eles queriam fazer o mesmo, bem é isso, baii 🌌
submitted by sophie_sweet02 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 23:28 marqlui O dia em q iludi um nice guy velado

Olá, Luba, editores, inexistente possível convidado e turma q está a ver! <3
Essa história é de quando eu tava no 9º ano (agora tô no pré vestibular). Naquela época, eu era apaixonada pelo meu melhor amigo Mattheus (que se assumiu gay, há alguns anos, mas, na época, ele passava o rodo nas garotas, pra "provar pra mãe q era hétero", com medo de ela o expulsar de casa.. ent eu achava q ele era hétero)
Enfim, ele era um pegador e eu uma romântica, ent fiquei na friendzone desde o sétimo ano até o começo do ensino médio. Cansada de ver ele ficar com todas as meninas da escola, menos eu, tentei me forçar a esquecê- lo com outros garotos, mas ngm tinha olhos pra mim..
Até q um dia, um grt q eu nunca tinha visto na vida me chamou no face: era um outro cara chamado Matheus (pois é KK), q dizia ter conhecido o meu melhor amg e q tinha uma foto de perfil q só permitia ver um pouco do rosto dele (de um ângulo BEM estratégico, isso é importante). Ele já chegou me elogiando mtt, me dizendo coisas fofas, como ngm tinha feito cmg até ent e eu (no ápice da minha fase de querer perder o BV) fiquei toda feliz!
1 semana dps, o adicionei no wpp e ficamos durante um mês inteiro conversando! Ele dizia coisas fofas, tinha assuntos legais.. parecia um sonho pra uma encalhada como eu, na época.
Só q eu n amava ele, ainda era o meu amg o dono do meu <3 (sim, eu era esse drama encarnado).. Ent eu ficava falando sobre esse cara o tempo td com o meu amg, a fim de tentar deixá-lo com ciúme, sem sucesso. (muito patético, eu sei).
N me interprete mal: eu realmente tava feliz por ser a paixão de um cara e tentei gostar dele, mas sabe quando o cérebro diz uma coisa e o coração outra? >:(
Enfim, na minha última tentativa de me forçar a me apaixonar por esse cara e "mostrar pro meu amg q eu n era de se jogar fora", eu o convidei para a festa junina da minha escola. (onde eu dançaria com meu melhor amg! link da dança no instagram: https://www.instagram.com/p/BWlbRAbFLN-/?utm_source=ig_web_copy_link )
Tava td feliz, pensando: "vou perder o BV, vou sair da friendzone, vou arranjar um namorado, UAU!" (SQNUNCA)
Me arrumei td e fui pra festa td ansiosa. Ele demorou um tempão p chegar ent achei q n ia.. Até q meu amg disse q o tinha visto. E LUBIXCO!, eu o vi de costas e já me arrependi: ele era MUITO MAIOR Q O MEU PAI, muito acima do peso, (isso n é problema, mas ele era um gigante se comparado à minha pessoa, na época) espinhento e nem um pouco vaidoso.. Mas oq me assutou msm foi a altura, eu chegava no peito dele (isso me deu medo, real)! Aí eu falei "n tenho escolha, o grt tá aq tadinho.. a aparência é o de menos, né?", aí ficamos conversando durante a festa td. Literalmente a festa td, o garoto era bem chiclete, n saía de perto de mim pra nd. Pior q ele só falava de avião, militarismo.. ou seja, era legal no virtual mas um chato na vida real, fiquei bem tristinha (pior q meus amgs fdp passavam por lá e riam da minha situação..)
Enfim, eu fiquei a festa inteira fugindo das tentativas dele me beijar (ele demonstrou ser um cara bem nd a ver cmg e sua aparência n ajudava mtt tmb) e, dps de 3 dias de confusão mental, eu disse para ele seguir com a vida dele e desejei boa sorte para ele encontrar alguém q o fizesse feliz e tal (eu nunca tinha dado um fora em ngm, ent tentei ser o mais gentil possível). E sabe o que ele falou?
"Tu tá de sacanagem com a minha cara, né? Vc sabia q eu gastei dinheiro para ir naquela festa de criança (ele tinha 16 e eu 14) e perdi um evento mtt importante para ir te ver, e agr vc me dispensa assim? Vcs mulheres são todas iguais: dispensam um homem só pq é gordo e n satisfaz seus padrões ridículos e dps ficam reclamando por ficarem solteiras! Vc n tem direito de fazer uma coisa dessas cmg, vc me iludiu, fdp!"
e eu: "me desculpa, cara, eu sei q cometi um erro mas n foi intencional, de verdade.. Eu estou te dispensando justamente pra vc n continuar esperando algo q n vou te dar e q vc possa encontrar isso com outra pessoa, entende?"
"não quero saber se foi sem querer ou n! vc se acha mtt a última bolacha do pacote n é? perdeu a chance de ficar com um cara legal, passar bem!"
Pior q eu tentei voltar a fazer amizade com ele e teve outra situação um pouco pior: ele falou td oq aconteceu pros amgs dele e eles me mandaram um áudio dizendo coisas do tipo: "esse cara queria comer sua bc#,sua fd# do kr#! Perdeu a oportunidade de ficar com um gostosão" (eu com 14 anos na época)
Ele n me defendeu e ainda começou a dizer q eu tinha merecido aquilo.
Hj em dia, ele tá até pior dq no passado, eu tô namorando há 1 ano e meio e minha amizade com o meu ex crush só melhorou com o tempo, até rimos sobre isso hj em dia <3! é isto, beijo, povo e pova! (e pro barbudo mais incrível do mundo, se ele ler minha história <3)
submitted by marqlui to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 18:43 tenhoead FUI BABACA POR TER INSISTIDO?

Olá turma e Luba , talvez, me chamo alguma coisa que vc quiser menos carls que batizei meu ex assim ao longo da história e a minha história tem a ver com o meu ex. Enfim, ano passado em agosto eu tava no auge da minha depressão e bem cansada da vida, nada mais me dava sentido pra querer continuar, ai então logo no dia primeiro de agosto aconteceu do meu ex estar fazendo aniversario e nós éramos amigos distantes, mas mesmo assim resolvi dar um parabéns e ser um pouco simpática nos meus últimos dias. Então começamos conversar e ele me chamou pra ir em um show na cidade vizinha e eu só aceitei pq ele falou muito e eu não estava com paciencia alguma naqueles dias, então dia 8 de agosto eu fui na psiquiatra pela primeira vez e foi um momento horrivel vários remédios e tudo mais, enfim depois disso fui pro show pq tava muito triste e não queria lembrar de que tudo ia acabar naquele dia (foi o dia que eu decidi me matar), fui pra ir uma ultima vez e me divertir com gente que eu faço amizade do nada uma ultima vez, nesse show eu encontrei o meu ex VAMO CHAMA ELE DE CARLS, e ficamos juntos e bebados, quando o show começou ele me agarrou e me beijou ali na frente de todo mundo e tinha uma galera da nossa cidade, ok pagamos um pouco de casal e dps que o show acabou eu fui embora pensando nisso e isso praticamente tirou meu foco total que era me matar, então ok, passou uns dias literalmente começamos a namorar e detalhe importante ele sabia muito da depressao e das crises, no começo ele ajudava muito, mas em novembro mais ou menos ele já falava "como voce fala que me ama se você não se ama" e coisas do tipo e foi quando ele terminou cmg pela 2 vez (ele tinha terminado uma antes irrelevante pra historia ok) PQ A TAL MELHOR AMIGA INVENTOU QUE EU TAVA GRAVIDA DE OUTRO ESTANDO COM ELE, foi horrivel pra mim eu me sentia um lixo por ja ter me relacionado com alguem antes dele, literalmente ele falava de um jeito como se eu ter tido vida antes dele fosse o motivo da gente ter terminado, ok voltamos depois de um tempo, viajamos, PIOR VIAGEM DA HISTORIA, e em fevereiro ele terminou de vez comigo, então desde o primeiro sabado de carnaval ele """""tenta"""""" voltar comigo e eu boba IDIOTA sempre dou uma chance, nisso "terminamos" e voltamos várias vezes, ele sempre com o papo de que ia melhorar, nao ia ligar pros outros e que ele me amava muito bla bla bla, dia 19 de abril foi quando EU decidi terminar pq ouvi uns conselhos do meu melhor amigo que estava preocupado, beleza eu tava tentando terminar tudo numa boa e ok, tava de boa até o momento que ele começou a me apertar me machucando e eu pedi chorando pra parar e dps sentei com ele no chão pq ele tava mt mal e chorando, ai ele levantou e me deu um chute, fui arrumar o notbook que eu tinha emprestado pra ele pra ir embora e ele me puxa e da um tapa no meu braço com tudo, bom depois disso eu só sai e fui embora com ele gritando e quebrando tudo na casa dele. Dia 4 de maio ele manda mensagem falando que sentia muito que me amava e isso e aquilo, ai a boba fez o que perdoou e voltou isso mesmo, enfim não aconteceu nada dessa coisa de agressão de novo pq eu tava evitando bastante ver ele até pq não podemos sair de casa, mas ai no dia 27 de maio madrugada ne do dia 26 pro dia 27 ele termina POR UM SURTO QUE ELE TEVE DE UM NEGOCIO BOBO QUE POSTEI NO STATUS DO WHATSAPP e comecei cobrar dele tb pq ele postava um monte de indireta que obviamente não era pra mim no twitter e pagava de solteiro bonzao sendo que comigo tava falando que a gente tava junto e no twitter outra coisa, ai eu comecei chorar muito pq eu nao tava acreditando que tava acontecendo de novo tudo isso (agora começa a parte pra me julgar) eu começo falar como tava me esforçando pra gente dar certo, que tava indo no psicologo certinho e que tava treinando minha saude mental sempre, que tava aprendendo jogar lol bem pra poder jogar rankeds com ele e ele só falou que eu tava fazendo pressão, eu fui babaca por falar isso? eu sei que parece bobo, mas isso tem matado uma parte de mim e eu deixei ele me afetar demais pq ele falou varias vezes que eu nao sou uma mulher de ser assumida e isso e aquilo só por causa do meu passado QUE É DE UMA PESSOA SOLTEIRA, ao mesmo tempo que eu acho que foi certo eu tentar até o fim acho que foi babaca tb, seila me ajudem, beijos maior ou igual a trinta
submitted by tenhoead to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.18 04:08 Ariel_Grilada Mendingos que escolhem!

Oi Luba, editores maravilhosos, gatas, (im) possíveis convidados e turma que está a ver e ler.
Ps.: sou carioca, se quiser fazer o sotaque eu amaria kkkkk
"A Louca Da Telha"
Essa história aconteceu hoje, 16/05/2020. Como a jovem adulta (ir) responsável que sou, comecei a trabalhar na madereira da família, como não tenho muita experiência no ramo ainda eu sou responsável por atender os telefones e responder os pedidos pelo wpp da firma! Hoje recebi uma ligação de uma mulher me cobrando a entrega de um material, como a loja estava extremamente cheia e eu não achava a entrega para Carls de jeito nenhum, peguei o seu número e lhe disse que retornaria a ligação mais tarde!
Passou 1 hora e nada da loja esvaziar, quando acontecia aquela pausa de dois minutinhos, eu ia procurar a danada da nota dela, tanto nas papeladas quanto no sistema e nada da maldita aparecer. Logo a loja encheu de novo me obrigando a parar a minha busca.
Passou-se um tempo, e o telefone torna a tocar. Ao atender, percebi ser novamante Carls, com uma atitude um pouco mais marrenta e grosseira que antes.
- "Carrls madeiras, boa tarde!"
- " Foi com você mesmo que eu falei! Meu nome é Carls, liguei para aí mais cedo e pelo que parece a irresponsabilidade não veio somente da loja, ja que pelo que parece você também não deu a MENOR atenção ao meu pedido!"
Eu ja estava um pouco indignada com o jeito que ela estava me tratando.
- "Oi senhora Carls, não é que não dei atenção, mas a loja está muito cheia, e eu estava procurando a sua notinha.."
- "Você se faz de burra ou o que?"
Aaaa que vontade que eu tava de gritar com ela!!!
- "Oi?!"
- "Entendi, é burra mesmo! Não sei se você se lembra, mas você e o Caaarlls me prometeram três telhas de 3,66 x 1,10"
Gente para quem não sabe, essa telha não é barata, onde eu trabalho é 80 reais cada!
Na hora que ela disse isso veio em minha mente algo que me tinha acontecido na segunda, quando eu e meu tio fomos parados na rua em frente à loja em que eu trabalho para nos pedir caridade!
Ela alegava não ter condições de comprar três telhas e precisava delas para consertar o telhado da casa dela! Me lembro de suas exatas palavras: "Sou uma mãe solteira de 5 filhos, que com esse surto não consigo pagar! Vocês poderiam me dar essas telhas que faltam?"
Eu, uma participante do chat, ja entendia de mães solteiras, e já tinha um certo ranço de algumas, logo pensei em dizer não, mas antes que eu pudesse dizer algo, meu tio me mandou ligar para o chefe para perguntar!
Como trabalho perto de uma comunidade, é comum isso acontecer. O chefe tem um bom coração e sempre ajuda quando dá! Ele logo liberou as telhas para a mulher, ao qual eu dei o prazo de entrega para quarta. Como não foi pago, não teria nota.
A mulher ficou toda feliz, e disse que esperaria ansiosa por quarta. Na terça eu peguei seu endereço e fui com o caminhoneiro até la, para avaliar se ela realmente tinha necessidade! E, pasmem, a casa dela tinha três andares, toda trabalhada no blindex, porta pivotante (AS PORTAS CARA QUE SÓ GENTE RICA TEM) e, como se não bastasse, um Land Rover na garagem!
Quando cheguei no trabalho, ainda na terça, contei ao meu chefe e ele mandou cancelar a entrega! Imaginem a minha satisfação ao lhe dar as notícias!
- "Ah, sim, então senhora, sobre as telhas. Posso entregar sim, fica em R$240,00. Qual será a forma de pagamento?"
- "Pagamento? Que pagamento?! Sua burra, não combinamos que me sairia de graça?!"
- "Sim senhora, combinamos sim! Até descobrirmos que a senhora não se encontra em necessidade de caridade!"
Nessa hora ela tentou me cortar, porém continuei o meu monólogo. "A casa tem três andares, e me perdoe, mas aquela porta não sai por menos de R$1200. Sem contar com o Land Rover."
Ela ficou quieta por um tempo, e logo depois suspirou pesadamente e me respondeu:
- "O pagamento no dinheiro tem desconto!"
Isso é tudo pessoal, foi assim que eu quase perdi a linha com uma mãe solteira! <3
submitted by Ariel_Grilada to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.12 21:00 Kalist_222 Respeitar ou comer casadas? Existe alguma regra?

Olá amigos, estou aos poucos entrando neste universo tão vasto que é o dos comedores de casadas. Comecei com uma vizinha, indo tomar um cafézinho enquanto seu marido estava a trabalhar. No inicio confesso que me senti mal pelo cara, pois trata-se mesmo de um honesto trabalhador pai de familia, mas ao mesmo tempo, todas as vezes que acabava limpando o pau naquela cortina dele, a sensação de bom trabalho tomava conta de meu corpo.
Passei então a criar perfis no tinder e descobri esse maravilhoso universo de degustar mulheres que já haviam contraído a ligação fiel do matrimônio. Estou comendo a média de 3 casadas por semana e cada vez mais o vício está tomando conta de mim. Solteiras não me atraem mais, ainda que o estígma social me persiga. Assim, resolvi procurar os sábios jequistas para solicitar um conselho: Devo continuar a devorar casadas ou devo me converter ao universo respeitador? Confesso que nem sei mais como deve ser ficar com alguém sem a adrenalina de levar um tiro a qualquer momento, porém degustar casadas me parece um vício sem precedentes.

Atenciosamente,
Um comedor de casadas em crise.
submitted by Kalist_222 to circojeca [link] [comments]


2020.05.05 02:30 TripleByeByeBird Amigo EXTREMAMENTE beta (BOSTA)!

Gente, o lance é o seguinte: gostaria de dicas sobre como aconselhar um amigo extremamente beta que tá me matando de raiva. Segue um resumo da história:
Eu conheci esse rapaz há 1 ano num curso técnico que fazíamos juntos. Ele tem 18 anos e eu 24.
Ele conseguiu meu número no grupo da turma e a gente começou a conversar mto no whatsapp, onde ele sempre contava vantagem sobre como era especialista em expressões faciais e entendia sobre psicologia (provavelmente deveria ser um fã-boy do Vitor Santos do metaforando). Porém no curso era totalmente diferente, ele quase nunca me dirigia a palavra, e quando o fazia, nunca me olhava nos olhos e não conseguia formular um raciocínio coerente nas nossas conversas.
Ele sempre teve uma imagem minha que me enoja profundamente de menininha inocente sendo que eu sou quase 7 fucking anos mais velha do que ele. Eu agia naturalmente com ele sendo a cavala que sou, peitando macho cara a cara, e ele só dizia que achava fofa a personalidade que eu inventei, que mulher nenhuma é assim de verdade.
Eu só mandava o maluco ir a merda, mas nem dava bola pq afinal era só um menino né.
Uma vez ele me perguntou se poderia ter alguma chance comigo e eu mandei a real: "cara, eu te acho gente boa, mas primeiro que vc é uma criança pra mim, e segundo, eu não gosto de homem". Ele ficou chocado e não acreditou. Mandei ir se fuder com a opinião dele.
Passei 5 meses nesse curso e então precisei largar tudo para vir para o outro lado do país a trabalho. Eu e esse rapaz continuamos mantendo contato pela internet, mas desde que eu me mudei, ele está cada vez mais tendo atitudes que me matam de vergonha alheia.
Ele me manda mensagens do tipo:
"Estou com saudades da minha menina, não precisa responder 💕"
"Quero notícias suas, mas só responde se não for incomodar"
"Espero que você volte logo, e solteira pra eu poder ter esperanças"
PORRA, esse tipo de mensagem me deixa louca. Eu não queria, mas fico tão furiosa que ignoro o pobre rapaz pra não falar um monte de merda pra ele, PQP. Minha vontade é dar uma surra nesse moleque pra ver se ele cresce e aprende a ter alguma dignidade.
Eu não sei o que fazer pra não ser uma completa escrota mas ele pede, velho.
Gostaria de sugestões para aconselhar esse rapaz a deixar de ser um bosta. Pensei em mandar uns vídeos do Maicon Kuster, não sei se seria mto pesado.
Se vcs tiverem alguma matéria falando sobre isso, vídeos, etc, que eu possa mostrar pra ele, ou me derem uma luz sobre como abordar tudo isso, agradeço.
submitted by TripleByeByeBird to desabafos [link] [comments]


2020.04.04 05:02 Lucasmoore2016 Ela deixou de falar comigo por conta do fora

Bom conheci uma "menina" (32a) no Tinder há uns dias atrás, ela não me atraia muito fisicamente falando, ela era bonita, mas apenas não me atraia muito, como ela tinha um papo inicial legal, fomos nos conhecendo , deixei rolar para ver até onde ia...
O problema era que ela se mostrou muito carente, me disse que buscava algo sério, mas para ela parecia ser 8/80, morava em outra cidade,sempre dizia que se a gente se conhecesse ao vivo e tivesse química a gente já ia namorar etc, sempre falava comigo direcionando a conversa para namoro.
Em resumo :. Acabei dizendo que gosto das coisas devagar,gosto de deixar rolar,que como to focado na faculdade não dá para dizer que vai rolar algo sério com base em um encontro, que gosto de ter paciência.
Ela meio que insinuou que eu tinha dados esperanças, que sempre quis namoro,se eu não queria devia deixado ciente, que ela tem a vida estável e tal (servidora pública de interior) Parou de falar comigo!
Talvez pq nunca passou isso comigo, afinal no geral eu só não entro em contato e a menina percebe,mas como ela era gente boa resolvi ser honesto e meio que fui hostilizado.
Tô meio mal pq apesar de tudo gostava de conversar com ela, mas eu preferi ser honesto do que enrolar toda a vida e se conhece ao vivo e ser uma merda. Até pq gente carente é de um jeito, depois que a carência passa muda.
Já vi esse nível de carência em homem, mas nunca tinha conhecido nenhuma mulher que agisse assim, talvez por ser mais velha e de interior, afinal até bolsominia ela era. Mas enfim fica aí o desabafo.
Atualização (2 dias depois):
Ela mandou mensagem perguntando como eu estava,como o celular tava descarregando, só vi a mensagem pela notificação, nem abri. Resolvi dar uma carga no celular, aproveitei e fui comer algo para depois chamar ela e conversar.
Quando fui abrir de novo ela tinha mandando outra mensagem dizendo:
" você leu e não respondeu, não estamos na mesma sintonia então não vou me iludir achando que você vai mudar de ideia sobre relação séria...boa sorte fica com Deus, sem mágoas"
Quando ela viu que eu estava lendo já foi me excluindo ( a foto havia sumido).
Por um lado saiu um peso das minhas costas pq mostrou que ela era muito carente, por outro fiquei triste, já que podia ter uma boa amizade ou por ela que se continuar com esse atitude vai continuar solteira ou achar cara só querendo se aproveitar.
Enfim, foi isso, pelo menos tô de boa, ser honesto com você e com os outros não tem preço. Fora que descobri até que sou paciente.
Valeu a galera que postou, é bom ver as coisas de outra perspectiva e vamos continuar a luta.

FiqueEmCasa

submitted by Lucasmoore2016 to desabafos [link] [comments]


2020.03.24 10:33 UmHomenArrependido A vida passa e não consigo me desligar de um amor não vivido...

Sinceramente estou em agonia e total desapego a vida, não tem nada que me faça querer viver, não sei nem mesmo qual a intensão real que eu tenho em "desabafar" tudo isso... talvez apenas queira uma opinião ou um incentivo para terminar com tudo isso...
Tudo começou ah muitos anos atras, eu estava no colégio e acabei me apaixonando pouco a pouco por ela... fui percebendo que alem de linda, perfeita aos meus olhos, ela era inteligente, interessante e divertida... nós éramos amigos, quer dizer, eu fui me aproximando dela inicialmente porque achava ela interessante mas com o passar do tempo eu estava sentindo que precisava me declarar... mas eu era tímido e sentia um medo terrível de rejeição, mesmo sendo provavelmente o cara mais "badass" do colégio aquilo era algo que me dava medo, nunca tinha se quer beijado ninguém e havia muita pressão naquela época, mesmo eu tendo apenas 14 anos, mas minha vontade era maior que o medo e eu estava decidido a chegar nela... como eu não queria fazer nada errado resolvi perguntar a minha mãe oque eu deveria fazer, meu pai nunca foi uma referencia em nada na minha vida, foi ai que descobri, abruptamente, que iriamos nos mudar para uma cidade muito distante e em menos de duas semanas... eu não podia fazer nada naquela época então decidi desistir e tentar esquecer. Lembro me como foi doloroso e angustiante me despedir dela, minutos antes de eu ir embora, chorei muito apos sair da casa dela...
O tempo passou, e nos anos seguintes eu não conseguia me interessar por ninguém, claro que sentia atração pelas meninas que até me cercavam as vezes mas nunca consegui despertar um interesse maior nelas, sempre ficava aquele sentimento de que eu havia perdido algo que não poderia mais recuperar, os poucos que tinham alguma noção sobre meus sentimentos achavam que eu estava criando expectativas e ilusões e que era questão de tempo até eu deixar de pensar nela... eles estavam errados, eu não ficava imaginando coisas, montando estorias na minha cabeça ou pensando nela dia e noite... simplesmente era algo que ocorria naturalmente... eu saia com alguém e por mais agradável que fosse era com ela que eu sonhava, sem se quer ter pensado nela, se quer ter mencionado seu nome ou feito qualquer comparação... foi então que resolvi entrar em contato com ela novamente mas não era fácil conversar sem me expor e acabar estragando tudo... eu tinha um plano, precisava me aproximar novamente e ver se havia alguma chance para mim, foi então que uma grande desgraça aconteceu, não entrarei em detalhes sobre isso mas devo ressaltar que ela ficou sabendo que eu gostava dela de uma forma muito ruim, estranha e assustadora, não foi minha culpa, percebi então que não havia mais oque esconder, meus planos eram inúteis e obsoletos e eu precisava agir... não obtive uma resposta positiva, não foi um não completo mas era um não, me deixando claro que estava na terrível zona de amizade e que ela não queria estragar nossa amizade... mas para mim não havia mais volta, não era apenas a amizade que eu almejava... mesmo com um não eu não me abalei , pensei que poderia tentar voltar aos planos de me aproximar dela, consegui um lugar para ficar e um trabalho na cidade dela, pensava que se eu volta-se a ter contato talvez pudesse concertar as coisas, naquela época eu era confiante e minha timidez tinha sido extirpada já que não havia nada mais a esconder.
Me lembro claramente de quando me encontrei com ela para conversarmos pessoalmente após três anos afastados, do sorriso encantador estampado em seus lábios ao me ver, após uma longa conversa ficou claro que ela não sabia oque queria, que nunca tinha pensado em mim como nada além de um amigo e que não podia me dizer um sim ou um não naquele momento, ficamos de nos falarmos nos próximos dias, mas sempre que eu ligava ela não estava ou estava ocupada, comecei a perceber que talvez eu fosse um incomodo e eu não queria ser... mas foi em uma noite que eu pude ver claramente toda uma mentira no ar, alguém que atendeu o telefone, não era ela, ficou desesperado sem saber oque me falar e desligou na minha cara, acreditando que a ligação havia caído eu resolvi ligar novamente e outra pessoa atendeu o telefone e me disse que ela havia ido dormir com dor de cabeça... foi quando percebi que realmente era um incomodo e assim resolvi me afastar, eu amava ela de uma forma que nem mesmo eu podia compreender e por isso deveria respeitar a decisão dela... me lembro de ter encontrado com ela algumas vezes mas em apenas uma tenho a certeza de que ela havia me visto, e ficado observando, ainda assim segui minha vida, tentei por anos encontrar alguém, ter um relacionamento e nunca fui atrás de informações sobre ela.
Minha mente parecia vazia mas meu coração não demonstrava ter espaço para ninguém, eu sempre senti medo de me encontrar com ela novamente, fazia o possível para escapar dessa possibilidade, mas um dia ela começou a passar na frente do meu trabalho, diariamente, e isso começou a me incomodar... eu tinha um sentimento estranho por ela, era um vazio, como se uma parte de mim morre-se cada vez que a via passar, certo dia ela me viu mas não teve certeza se era eu mesmo, então começou a mandar pessoas para ter uma certeza, muita coisa estranha começou a acontecer, uma mulher que eu nunca havia visto começou a pedir informações sobre mim, dizendo que estava interessada, eu logo descobri que era uma amiga dela, pessoas começaram a tentar se aproximar de mim e de alguns amigos, todos conhecidos dela e todos sempre dando indiretas que queriam me conhecer, certa vez alguém disse a um amigo meu que queria me apresentar uma amiga muito bonita que estava solteira, eu não sabia oque fazer, não sabia oque eu sentia mais, tudo que eu sentia por ela estava me matando, eu tentei me afastar novamente, tinha medo de me encontrar com ela, de me aproximar dela, ao mesmo tempo que ainda sentia algo que eu nunca pude explicar ou entender de verdade... pouco tempo depois, sem eu nunca ter pedido pela informação, fiquei sabendo que ela havia tido muitos relacionamentos ruins e desilusões, que ela se arrependia de não ter dado uma oportunidade para alguém que ela tinha conhecido no passado e que ela gostava dessa pessoa até aquele momento...
Eu sinceramente não tinha uma resposta pronto para isso, meu cérebro não conseguia processar se aquilo era bom ou ruim pois era uma grande mistura de sentimentos, de todos os tipos, eu não tenho certeza se entrei em depressão ou se estava em choque, eu simplesmente não conseguia digerir aquilo, por um lado parecia algo bom mas pelo outro era algo terrível, se aquilo tudo fosse verdade eu seria apenas uma "ultima opção" ou talvez eu tivesse tido sido um trouxa, eu simplesmente não sabia oque pensar... e assim eu me fechei para o mundo, e de fato acho que entrei em depressão, eu passei três anos em um estado critico, sem a menor vontade de fazer nada da minha vida, parei de sair, parei de fazer coisas que eu gostava, me afastei ao máximo de tudo... naquela época eu ainda sentia prazer em algumas coisas, me sentia um merda mas tinha alguma "esperança" ou pelo menos eu acreditava que poderia vencer na vida... apos esse período eu me sentia livre, vazio mas livre, ainda assim eu não tinha vontade alguma de socializar, acabei me aproximando de uma amiga e ela demonstrou algum interesse e isso parecia estar me revivendo, mas foi apenas um período um tanto doloroso, eu me sentia bem e mal o tempo todo, mas nunca me senti tão apaixonado quanto da outra vez, sentia que eu estava morto por dentro, bom, esse relacionamento não deu certo, tentei outro em seguida que também não deu em nada, então desisti, percebi que eu não tinha a habilidade de amar ou de gostar de alguém...
Assim começaram os "pesadelos", sem a menor razão comecei a sonhar com "ela" novamente, após anos sem nem se quer tocar no nome dela, sem nem se quer pensar nela, lembrar dela, quer dizer, as vezes acontecia mas nada voluntario e ainda assim era algo realmente raro, isso começou a cerca de dois anos, e cada vez mais esta mais presente no meu dia a dia, eu tenho sonhos com ela, quase tudo me traz ela a mente, lembranças ocorrem o tempo todo, e eu me esforço para não pensar nisso mas é involuntário, os "sonhos" são os piores, acordo aflito como se estivesse num pesadelo terrível, geralmente sonho com encontros casuais com ela, nos quais nos conversamos sobre o relacionamento que nunca existiu e dos erros que cometemos na vida... eu não sou aficionado por ela, nunca procurei saber nada sobre a vida dela, nunca pesquisei rede social alguma dela e procurei me afastar de todos os locais onde eu poderia encontrar com ela, apenas não mudei de cidade pois não tive a oportunidade ainda e não sei se resolveria também...
Nesses últimos anos tenho percebi quanto eu errei na minha vida, quantas vezes minhas decisões afetaram drasticamente a minha historia, percebi que sou um inútil e que nada que eu tente ira dar certo, não tenho vontade alguma de viver, não tenho prazer algum em nada, todos os sentimentos passaram a ser efêmeros, tento me distrair fazendo coisas que antes me davam prazer mas nada me satisfaz, não durmo direito, quando durmo, quase sempre, tenho pesadelos com ela, estou me envenenando com comida, tentando me auto destruir, não tenho vontade de sair na rua, nada... o único sentimento que persiste é o de ter falhado em tudo e que a unica coisa que realmente me importou e que realmente eu desejei com todas as minhas forças foi ter sido correspondido em meus sentimentos por ela, eu não quero esse sentimento e não sei mais oque fazer...
submitted by UmHomenArrependido to desabafos [link] [comments]


2020.01.31 15:41 LadyHuntress_ Por que as pessoas não aceitam que algumas mulheres NÃO querem ser mães?

Eu sou solteira, nem namorado tenho e as pessoas (mulheres com filhos geralmente) enchem o saco falando "quando você for mãe blá blá blá" (depende do assunto) e quando falo que não serei parece que falei que vou matar alguém, falam que um dia vou mudar de ideia, que nunca vou conhecer o amor verdadeiro, que vou ser infeliz e sozinha, que não vai ter ninguém pra cuidar de mim quando for velha, que meu relógio biológico vai apitar e tal Hoje em dia ate mudo de assunto se cai nisso Muitas ex colegas de escola minhas tem filhos, aí as pessoas acham que só por isso tenho que ter também! E nao é só eu, uma amiga minha casou recentemente e sempre enchem o saco dela também, sendo que ela nem o marido querem. Não sei porque algumas pessoas não aceitam isso, essas pessoas não vão dar suporte nenhum pra mãe, tenho certeza. Não é que eu não goste de crianças, mas tenho irmãos mais novos e sei o quanto é difícil cuidar de um filho, é caro, desgastante, atrapalha a carreira, os estudos, deixa os pais preocupados etc
Só um desabafo como diz o nome do sub
submitted by LadyHuntress_ to desabafos [link] [comments]


2020.01.29 03:18 soudeleao Swing/ menage/ interação feminina

Tenho um relacionamento há anos, e sempre quis participar de um menage feminino. O problema é que “conseguir” a 3 pessoa (mulher) é difícil! Só acho casais, e um desses propôs a interação feminina entre nós, as mulheres, e depois, cada um volta para o respectivo, sem a troca de casais, no caso.
Mas como isso seria? Me deem diiiicas!! Kkkk
Como nunca fiz nada do tipo, tenho medo de ser travado, mecânico, sei lá. Os caras olhando a gente, como funciona?? Kkkk Me deem dicas, por favor, e dicas de como entrar no mundo liberal.
Quero muito entrar, e queria primeiro que rolasse com uma mulher e depois para a troca.
Ps.: fiz o sexlog, mas ali mulher solteira/sozinha, é super difícil na cidade onde moro.
submitted by soudeleao to sexualidade [link] [comments]


COMO SER UMA PESSOA MAIS SEGURA  ANAHY D'AMICO - YouTube Como é ser uma mulher solteira e empoderada parte 1 Como Ser Solteira - Trailer Oficial 1 (leg) [HD] - YouTube Como ser uma boa solteira - YouTube COMO SER UMA MULHER INDEPENDENTE E FORTE Cá Cristina 3 Sinais que você vai permanecer solteira pra sempre Mulher Solteira Procura 1992 COMO SER UMA BOA MÃE SOLTEIRA - APRENDA SER UMA MÃE MELHOR MINHA EXPERIÊNCIA COMO MULHER SOLTEIRA E PLENA HBO GO  Como Ser Solteira

Como Ser Feliz Solteira (com Imagens) - wikiHow

  1. COMO SER UMA PESSOA MAIS SEGURA ANAHY D'AMICO - YouTube
  2. Como é ser uma mulher solteira e empoderada parte 1
  3. Como Ser Solteira - Trailer Oficial 1 (leg) [HD] - YouTube
  4. Como ser uma boa solteira - YouTube
  5. COMO SER UMA MULHER INDEPENDENTE E FORTE Cá Cristina
  6. 3 Sinais que você vai permanecer solteira pra sempre
  7. Mulher Solteira Procura 1992
  8. COMO SER UMA BOA MÃE SOLTEIRA - APRENDA SER UMA MÃE MELHOR
  9. MINHA EXPERIÊNCIA COMO MULHER SOLTEIRA E PLENA
  10. HBO GO Como Ser Solteira

Eu sou Thaís Araújo, Psicóloga, Estrategistas de Relacionamentos que dão certo e vou te ajudar a Ser uma Mulher Segura que vive um relacionamento duradouro e sem neuras! #relacionamento # ... Oi, meus amores! Hoje é Dia dos Solteiros e nada mais justo do que vocês terem um vídeo aqui no canal só pra vocês, né? Então eu reuni algumas dicas legais d... RELACIONAMENTO: COMO SER UMA MULHER MAIS SEGURA ANAHY D'AMICO - Duration: 12:08. Papo com Anahy D'Amico 298,122 views. 12:08. 7 DICAS DE COMO SER MAIS INDEPENDENTE - Duration: 11:39. Ser uma mulher solteira é uma experiência tão incrível quanto estar num relacionamento amoroso. Hoje quero compartilhar nesse vídeo por que estar solteira é uma ESCOLHA e não uma FALTA DE ... Oi, gente! Cheguei aqui com um tema bacana e muito importante sobre autoconfiança. Se existe um problema que paralisa uma pessoa e não permite sua progressão... Com duração de uma semana, o evento aborda temas sobre empreendedorismo, autoconhecimento, planejamento financeiro, organização e gestão do tempo, autoestima e educação infantil. Twitter ... Filme de suspense, não é tão clichê como aparenta ser. Uma mulher recém separada, procura colega de quarto para dividir aluguel. Alice, Robin, Lucy e Meg são quatro mulheres que compartilham algo em comum: tentam descobrir o que significa ser uma mulher solteira em Nova York, uma cidade onde a definição de amor está em ... Dakota Johnson, Rebel Wilson, Alison Brie e Leslie Mann estrelam na comédia COMO SER SOLTEIRA. Estreia em fevereiro de 2016 nos cinemas. http://www.comoserso... Esse mês o canal ta cheio de participações especiais! Hoje a minha mana querida está aqui para conversar com a gente sobre relacionamentos, vida de solteira e empoderamento feminino. Dividi o ...